Santos apresenta o argentino Emiliano Vecchio como reforço

O meia Emiliano Vecchio foi apresentado pelo Santos na tarde desta segunda-feira, na Vila Belmiro. Com contrato até 31 de dezembro de 2019, o argentino de 27 anos teve de diminuir seu salário para trocar o Qatar SC pelo Peixe. Apesar disso, não se arrepende da escolha, muito menos de ter tido que contrariar a própria esposa.

Durante sua primeira entrevista coletiva como jogador do Alvinegro, Vecchio explicou que teve de convencer a esposa de que seria uma boa trocar o Qatar SC pelo novo clube.

– Eu ia assinar contrato de dois anos, mas quando chegou a proposta do Santos não tive dúvidas. Minha mulher queria me matar. Ela queria ficar lá, isso é verdade. Mas eu sabia que essa oportunidade era única e não duvidei. Não me arrependo de nada. Estou aqui porque eu quero e vim para jogar – disse Vecchio.

O que mais pesou na escolha do meia argentino foi a história do Santos. Segundo ele, futebol é conhecido e apreciado por poucos no Qatar. Quando avisou que seria contratado pelo Peixe, porém, todos reconheceram que era o “clube do Pelé”.

 – Se não tivesse essa vontade de conseguir coisas, teria ficado no Qatar, muito mais relaxado. Ainda tenho 27 anos, estou no melhor momento da minha carreira. O Santos é um time conhecido por todo mundo. No Qatar, ninguém conhece nada. Quando falei que vinha para o Santos, todos falaram: é o time do Pelé – completou.

Emiliano Vecchio ainda não está inscrito no Campeonato Brasileiro, mas deve aparecer no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF até esta terça-feira. Assim, poderá estrear na quarta, contra o Fluminense, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Kléber Andrade, pela 10ª rodada do Brasileirão.

(Créditos: Globo Esporte)