Relator recomenda rejeicao de denúncia contra Temer

Brasília - O presidente da CCJ da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco, abre reunião para analisar a denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco (Antonio Cruz/Agência Brasil)

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados abriu na manhã de hoje (10) reunião para analisar a denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco. O parecer do relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) sobre a denúncia deve ser lido apenas na parte da tarde, a partir das 15h. De acordo com a assessoria, o parlamentar faz os últimos ajustes no texto.

Comoa leitura do relatório de, deputados de vários partidos de oposição apresentam diversas questões de ordem sobre o rito da análise da denúncia. Uma delas, de autoria do deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), pede aos deputados que analisem separadamente a participação de Temer e dos ministros Eliseu Padilha ( Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), também acusados dos crimes de organização criminosa.

Qualquer que seja o parecer do relator sobre a denúncia e o resultado da votação na CCJ, a decisão final será tomada em votação no plenário da Casa. Para que a Câmara autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a iniciar as investigações contra Temer, Padilha e Franco são necessários o mínimo de 342 votos favoráveis dos deputados.