Inglaterra marca no fim e vence a Tunísia

A seleção inglesa estreou com muita emoção na Copa do Mundo. Nesta segunda-feira (18), em Volgogrado, a equipe comandada por Gareth Southgate jogou mal, mas arrancou uma vitória nos minutos finais diante da Tunísia, por 2 a 1, com Harry Kane saindo-se como herói do confronto.

Apesar de um primeiro tempo de intensa movimentação ofensiva e chances claras de gol, a Inglaterra não conseguiu corresponder na etapa final, “sentiu” o peso da estreia e não marcou o gol da vitória até os acréscimos. Foi aí que a estrela do atacante do Tottenham brilhou para cima dos africanos, que anotaram gol de pênalti com Sassi.

Na rodada seguinte, a Inglaterra encara o Panamá às 09h00 (horário de Brasília) do próximo domingo, em Nizhny Novgorod. Já a Tunísia enfrenta a Bélgica, que fez 3 a 0 na equipe da América Central, às 09h00 do dia anterior, em Spartak.

O jogo – A primeira grande chance da partida veio aos dois minutos. Dele Alli tentou cruzamento, a zaga africana fez o corte e, no rebote, Lingard chutou forte, no contrapé do goleiro. Entretanto, ainda assim, Hassen conseguiu fazer a defesa e evitou o primeiro gol inglês no duelo.

A pressão europeia no confronto continuou. Pouco depois, os Três Leões fizeram linda jogada trabalhada. O camisa 10 da equipe alçou Sterling, que fez lindo passe para Lingard na lateral do campo. O jogador do Manchester United cruzou para a área e Sterling, livre e de frente para o gol, não conseguiu fazer o domínio e deixou a bola ir para fora.

Aos 10 minutos, a pressão inglesa deu resultado. Young cobrou escanteio com perfeição, Stones deu testada forte para o gol e Hassen fez incrível defesa. No rebote, Kane mostrou seu faro de artilheiro e, na hora certa e no lugar certo, só teve o trabalho de completar para as redes vazias. Pouco depois do gol, o arqueiro da Tunísia teve que ser substituído por lesão.

Na marca de 32 minutos, Walker fez pênalti bobo ao deixar o braço na cara de Ben Youssef, em bola fora do alcance do atacante. Na cobrança, Sassi bateu bem, no canto direito. Pickford chegou a encostar na bola, mas não conseguiu evitar o tento: 1 a 1.

Depois do gol rival, a Inglaterra, que havia relaxado no confronto, voltou a oferecer perigo. Após escanteio, Dele Alli cabeceou, a bola resvalou no travessão antes de ser tirada por Ben Youssef e, na sequência, Sterling furou. Pouco depois, Lingard arrancou em velocidade, tocou na saída do goleiro Ben Mustapha e também carimbou a trave.

O início do segundo tempo de partida foi sonolento. Enquanto a Tunísia parecia feliz com o resultado, a Inglaterra esbarrava em sua ineficiência ofensiva no duelo. que evitava a seleção de marcar gols e sair com a prevista vitória na estreia.

Já nos acréscimos da segunda etapa, brilhou a estrela de Harry Kane. Após cruzamento de escanteio, o atacante do Tottenham não desperdiçou a sobra, testou firme para o fundo das redes e decretou a vitória sofrida dos ingleses na estreia da Copa do Mundo.

(Créditos: Gazeta Esportiva)