Polícia Civil de SP desarticula célula criminosa do PCC

A Polícia Civil de São Paulo deflagrou hoje (15) a Operação Inconfidência Mineira contra a organização criminosa PCC. A operação investigou a organização de uma célula do PCC na região de Tiradentes, zona leste da capital, como explica o delegado Fernando Santiago.

 

Sonora: “A gente conseguiu apreender documentos, computador, pen drives. Agora, vai olhar e contabilizar, ver quantas cartas de presídio tem. A prisão preventiva era de membros destacados. Precisamos avaliar.”

 

A operação, que foi deflagrada na madrugada desta segunda, envolveu 280 policiais e cumpriu mais de 56 mandados de busca e apreensão. Duas pessoas foram presas, além de sete mandados se contar as prisões de membros do PCC que já estavam presos.

 

O principal preso foi o libanês conhecido como Hezbollah, que tem atuação no tráfico internacional de drogas e é responsável por julgamentos envolvendo membros da facção.

 

Na semana passada, também foi preso o nigeriano Colo Patrick, também ligado ao tráfico internacional.

 

Apesar dos avanços da operação, o delegado Fernando Santiago se diz pessimista. Ele afirmou que desde a ruptura do PCC e o Comando Vermelho, a facção paulista tem aumentado sua força, especialmente contra grupos menores.

'