Com gol contra de brasileiro, Senegal bate Polônia na estreia

De volta à Copa do Mundo após 16 anos, Senegal estreou na Rússia de maneira bem-sucedida durante a tarde desta terça-feira (19). Em duas falhas da defesa polonesa, o time comandado pelo ex-meio-campista Aliou Cissé ganhou por 2 a 1 no Estádio do Spartak.

O Senegal saiu na frente em um gol contra marcado pelo brasileiro Thiago Cionek e aumentou por meio de Mbaye Niang. Grzegorz Krychowiak descontou. Com três pontos ganhos, a seleção africana divide a ponta do Grupo H com o Japão, que mais cedo bateu a Colômbia pelo mesmo placar.

Pela segunda rodada, às 12 horas (de Brasília) deste domingo, Senegal volta a campo para disputar a liderança isolada da chave com os japoneses, em Ecaterimburgo. Às 15 horas do mesmo dia, na Arena Kazan, a Polônia tenta a recuperação contra a Colômbia.

O Jogo – O confronto entre Polônia e Senegal não teve muitas emoções durante a etapa inicial. A equipe europeia manteve a posse de bola na maior parte do tempo, mas, sem objetividade, não conseguiu criar oportunidades de gol e ainda acabou vazada pelo adversário africano.

O Senegal inaugurou o marcador aos 37 minutos do primeiro tempo. O meio-campista Idrissa Gana Gueye recebeu na entrada da área e bateu. Na tentativa de interceptar o chute, o zagueiro Thiago Cionek, nascido em Curitiba, matou o goleiro Wojciech Szczesny.

O centroavante Robert Lewandowski, maior artilheiro da história da Polônia, foi bem marcado pela defesa senegalesa, formada pelos gigantes Salif Sané (1,96m) e Kalidou Koulibaly (1,95m). Assim, o goleiro Khadim N’Diaye praticamente não teve trabalho.

A Polônia voltou acesa para o segundo tempo e, logo aos cinco minutos, Sané recebeu cartão amarelo por falta sobre Lewandowski nas imediações da grande área. Na cobrança, o próprio centroavante do Bayern de Munique bateu para defesa de N’Diaye.

Aos 15 minutos, o Senegal acabou com a empolgação polonesa em mais uma falha da defesa rival. Após recuo do meio de campo de Grzegorz Krychowiak, Jan Bednarek bateu cabeça com o goleiro Szczesny e Mbaye Niang se antecipou a marcar. Os europeus reclamaram, já que o atacante havia acabado de voltar ao campo.

A Polônia ainda conseguiu diminuir a diferença cinco minutos antes do fim do tempo regulamentar. Após cobrança de falta na grande área, Krychowiak cabeceou com sucesso. Por suspeita de impedimento, o lance foi analisado pelos árbitros de vídeo e confirmado como legal.

(Créditos: Gazeta Esportiva)