Terroristas fuzilam terminal de ônibus em Israel

Dois homens, inicialmente identificados como palestinos, cometeram um atentado neste domingo (18) na principal estação de ônibus da cidade de Beersheba, no sul de Israel. Um dos criminosos morreu baleado, segundo informações da polícia e dos médicos no local.

Em comunicado, a polícia local informou que “um terrorista” morreu ao ser baleado. Um porta-voz das autoridades informou que um segundo homem participou do ataque e acabou ferido pelas forças de segurança israelenses.

Além do agressor, mais uma pessoa morreu pelos disparos, segundo o comunicado do hospital Soraka. Autoridades médicas disseram que seis pessoas foram levadas para o hospital, duas delas em estado grave.

O hospital informou que recebeu dez pessoas para serem atendidas e que uma delas já chegou morta ao local.

Segundo a polícia, um dos agressores tinha um rifle e o outro uma pistola.

Tensão na região

Desde o início de outubro, uma série diária de agressões, tiroteios e esfaqueamentos provocou a morte de dezenas de palestinos e sete israelenses.

Somente ontem (17), três palestinos foram mortos por israelenses, baleados por terem tentado esfaquear os judeus, de acordo com o governo local. Apoiados pelo grupo islâmico Hamas, os atos já são considerados a Terceira Intifada (rebelião).

As duas anteriores ocorreram entre 1987-1993 e 2000-2005, respectivamente. Neste domingo, a organização condenou à morte dois palestinos por “colaboração” com Israel.

Diante da escalada de agressões, Israel anunciou recentemente que colocaria sua Exército nas ruas de Jerusalém e bloqueou o acesso a vários bairros e vilarejos palestinos.

(Créditos: R7)