Santos vence Atlético-PR na Vila e vira vice-líder

A melancólica eliminação do Santos na Libertadores vai demorar muito para sair da cabeça dos santistas. Neste sábado, porém, o Peixe conseguiu afastar um pouco a má impressão que deixou na derrota para o Barcelona de Guaiaquil. Estreando seu novo uniforme, o time comandado por Levir Culpi venceu o Atlético-PR por 1 a 0, na Vila Belmiro, espantou uma possível crise e manteve-se vivo na luta pelo título do Campeonato Brasileiro.

Com o triunfo, o alvinegro chegou aos 44 pontos, ultrapassando Grêmio, com 43, e diminuindo a diferença para o líder Corinthians, que tem 53. Os dois rivais, porém, jogam neste domingo. O time paranaense, por sua vez, parou nos 34 pontos e não encostou no G6 do Brasileirão.

Na próxima rodada, o Peixe visita o Palmeiras, no sábado que vem, às 19h (de Brasília), em São Paulo. No dia seguinte, às 19h, o Furacão recebe o Atlético-PR, em Curitiba.

Santos marca e Vanderlei salva
Assim como aconteceu contra o Barcelona de Guaiaquil, na última quarta, o Santos optou por deixar a bola no pé do Atlético-PR no início do jogo. Porém, a equipe paranaense não conseguiu assustar e quem chegou primeiro foi o Peixe. Aos 16 minutos, Bruno Henrique chutou de fora da área e Weverton salvou.

Já aos 23, foi a vez de Copete lançar para Ricardo Oliveira, que finalizou de primeira, mas mandou por cima.

A resposta do Furacão veio dois minutos depois, quando Gedoz driblou Alison com facilidade e soltou uma bomba de longe. Porém, Vanderlei foi firme na bola e defendeu. Aos 33, a cena se repetiu. O atleticano passou tranquilamente pelo volante santista, mas acabou chutando para fora.

O Peixe avançou no lance seguinte e foi fatal. Após bomba de Jean Mota manda de fora da área, Weverton espalmou, mas soltou nos pés de Bruno Henrique, que só empurrou para abrir o placar na Vila Belmiro.

Em desvantagem, o Atlético-PR se lançou ao ataque antes do intervalo, mas parou em Vanderlei, que fez linda defesa após voleio de Nikão e manteve o 1 a 0 no primeiro tempo.

Peixe segura placar e vence
Mesmo com a vitória parcial, o Peixe voltou melhor que o Furacão para o segundo tempo. Logo aos 3 minutos, Bruno Henrique entortou a marcação na entrada da área, mas acabou mandando por cima do gol de Weverton.

A equipe comandada por Fabiano Soares, por sua vez, não conseguia assustar a meta defendida por Vanderlei. Em compensação, o Santos perdeu boas oportunidades aos 14 minutos. Na primeira, Daniel Guedes fez belo cruzamento para Copete, que bateu de ombro e mandou pra fora. Na sequência, o próprio colombiano aproveitou erro do Furacão bateu colocado da entrada da área, obrigando Weverton a fazer boa defesa.

O Atlético-PR ‘acordou’ aos 24, quando Fabrício bateu firme pelo lado e a bola chegou a tocar na trave de Vanderlei. Dois minutos depois, Nikão cortou o goleiro santista e tocou para Ribamar dentro da área. O atacante bateu para o gol, mas David Braz cortou em cima e salvou o Peixe.

Na reta final do confronto, o Furacão se lançou ao ataque, mas abriu um buraco em sua defesa, proporcionando bons contra-ataques ao Santos e deixando a partida aberta. Porém, ninguém balançou as redes e a partida terminou mesmo com o triunfo santista.

(Créditos: Gazeta Esportiva)