Santos domina o Ceará e vence na estreia pelo Brasileirão

No dia em que completa 106 anos, o Santos controlou todo o jogo e venceu o Ceará neste sábado por 2 a 0, no Pacaembu, pela estreia no Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Pio (contra) e Rodrygo, um em cada tempo.

O Peixe fez valer o fator casa e dominou as ações desde os primeiros minutos. Se Gabigol estivesse inspirado, a goleada certamente viria. Léo Cittadini foi o destaque santista. Arthur, artilheiro do Brasil em 2018, com 16 gols, não se destacou pelo Vozão.

Na segunda rodada do Brasileirão, o Alvinegro visitará o Bahia, no sábado, às 16h. A equipe de Fortaleza recebe o São Paulo, domingo também às 16h.

O jogo

O Santos não deixou o Ceará se sentir confortável no Pacaembu. O Peixe assumiu o controle do jogo desde os primeiros minutos, sofreu pouco na defesa e criou boas chances.

Léo Cittadini quase abriu o placar aos 24 minutos, em chute de fora da área. Lucas Veríssimo fez a bola raspar a trave em cabeceio aos 31. E depois de martelar, o alvinegro saiu na frente aos 41.

Daniel Guedes recebeu bom passe de Jean Mota e cruzou bonito, Rodrygo tentou de letra, mas furou, e Dodô desviou no segundo pau. Pio se atrapalhou com o goleiro Éverson marcou contra.

Vitória confirmada

O Santos não recuou depois de sair na frente e ampliou logo aos quatro minutos, na primeira grande jogada de Gabigol. O camisa 10 roubou a bola no ataque e acionou Sasha antes de assistência na cabeça de Rodrygo, livre, só para empurrar. Quinto gol do raio em 2018, o quarto no Pacaembu e o segundo de cabeça.

Com a desvantagem, o Ceará se expôs e o Peixe teve muito espaço para contra-atacar. O goleiro salvou o Vozão em dois lances consecutivos, aos sete e 12 minutos, em chute de fora da área de Jean Mota e cruzamento de Rodrygo para Gabigol, sozinho.

Depois de alguns minutos de calmaria, o jogo voltou a ficar eletrizante aos 24, quando Daniel Guedes cruzou na cabeça e Léo Cittadini cabeceou por cima do travessão. Aos 26, Arthur finalizou de fora da área para a primeira boa defesa de Vanderlei. Segundos depois, Gabigol arrancou e arriscou da entrada da área, colocado, e a bola beijou a trave.

Sem forças pela reação, o Ceará “administrou a derrota”, sem pressionar nos minutos finais. o Santos, com a vitória assegurada, criou poucas chances nos minutos finais e perdeu a chance de golear na estreia do Brasileirão.

(com Gazeta Esportiva)