Saiba o que é Transtorno Afetivo Bipolar – TAB/TBH

Transtorno Bipopar

O transtorno afetivo bipolar, até bem pouco tempo era conhecido e estudado como Psicose maníaca depressiva (PMD), é um transtorno de humor caracterizado pela bipolaridade de humor entre as fases de mania e depressão conhecida hoje como hipomaníaca que ocorrem de formas diferentes, dependendo a graduação dos sintomas na maníaca manifesta-se a hiperatividade física e mental; na depressiva manifesta-se com ansiedade tristeza, lentidão para pensar.

É um transtorno de humor crônico grave que costuma ser de longa duração, podendo se manifestar com alguns sintomas psicóticos.

Os episódios recorrentes impactam na vida do paciente, afetando a qualidade de vida, pois coloca em risco a vida do paciente, tanto pelo ponto de vista sobre sua criticidade no que se refere a responsabilidade na vida pessoal quanto fisicamente, podendo levar o paciente a surtos que possam levar ao suicídio.

O diagnóstico deverá ser realizado por um profissional especialista em psiqquiatria.

É muito importante que o paciente tenha conhecimento da doença para que possa tratá-la, pois é uma doença caracterizada por episódios (fases de mania e depressão) que alternam com períodos de remissão dos sintomas que necessitam de tratamento continuo.

Este transtorno pode se manifestar em todas as fases da vida, o difícil é saber quando se manifestou pela primeira vez, depende muito da observação dos familiares do paciente no que se refere a manifestação dos comportamentos.

Há alguns estudos dizendo que o TAB tem componentes hereditários, porém não confirmado.

O tratamento associa medicamentos (psiquiatria), psicoterapia (psicologia), horas de sono suficientes, restrição ao uso de drogas e álcool, alimentação equilibrada e atividade física adequada.

Temos 3 tipos de TAB:

1. Predomínio da fase maníaca com uma depressão mais leve onde os pacientes se apresentam exaltados, com o humor eufórico, muito falantes, fuga de ideias, desinibidos, mania de compras descontroladas e agitação psicomotora.

2. Predomínio da fase depressiva, com estado de mania bem mais leve (hipomania) – Caracterizados pela tendência a resignar-se ao seu papel social e às regras, tal como pela abnegada dedicação aos outros.

3. Predomínio de um temperamento hipertímico – caracteriza-se por uma disposição individual caracterizada por elevada energia vital, autoconfiança, exuberância e otimismo. Procuram estímulos intensos e apresentam dificuldade em lidar com a monotonia; neste temperamento instala-se um episódio depressivo, onde apresentam em geral, com agitação, excitação sexual e pressão de discurso.

*Conteúdo autoral, reprodução autorizada mediante crédito à Elaine Marini.

Fonte: imagem google – catarse

Sobre Elaine Marini 13 Artigos
Psicóloga graduada em Psicologia desde 1986, Especialista em Psicologia Clínica e Manejo Psicológico na cirurgia bariátrica; pós graduada em Psicologia Transpessoal, Psicologia Hospitalar e Gestão Escolar. Escritora com 4 livros editados na área de Psicologia. Atualmente Chefe do setor de Psicologia hospitalar no Hospital Cruz Azul em São Paulo.