Reservas falham, e Santos perde para o São Bento na Vila

Com time reserva, o Santos perdeu para o eliminado São Bento por 3 a 1 neste domingo, na Vila Belmiro. O Peixe marcou com Arthur Gomes. Marcelo Cordeiro, Lúcio Flávio e Fábio Bahia fizeram para a equipe de Sorocaba.

No primeiro tempo, o alvinegro teve a bola nos pés, mas pouco assustou. A emoção ficou para os minutos finais. Robson Bambu cometeu pênalti em Everaldo. Marcelo Cordeiro converteu, aos 43′. Segundos depois, Arthur Gomes cavou pênalti e botou para as redes.

Na segunda etapa, em jogo mais aberto, o alvinegro criou mais, esbarrou no goleiro Rodrigo Viana, e viu o São Bento surpreender. Lucas Farias arrancou pela direita e cruzou, Luiz Felipe falhou e Lúcio Flávio empurrou. Desentrosado, o Santos não teve forças para reagir e ainda viu o São Bento fazer o terceiro após Vladimir subir para o escanteio nos acréscimos e deixar o gol vazio.

O Peixe termina a primeira fase do Paulistão como líder do Grupo D, com 18 pontos, e o quarto no geral, atrás de Palmeiras, Corinthians e Novorizontino. O alvinegro enfrentará o Botafogo nas quartas de final do Campeonato Paulista. O Santos decidirá em casa, provavelmente no Pacaembu.

O JOGO

O primeiro tempo foi bem mais morno que o forte calor na Baixada Santista. O Santos, como esperado, ficou com a posse de bola e tentou controlar o jogo, mas não criou grandes chances. O São Bento marcou bem e quase não assustou Vladimir.

O Peixe chegava bem até a intermediária ofensiva, mas pecava no último passe. O São Bento roubava a bola e se livrava rapidamente, sem aproveitar as oportunidades. 

A primeira etapa só se animou nos minutos finais. Aos 43 minutos, Robson Bambu derrubou Everaldo na área. Marcelo Cordeiro converteu. E segundos depois, a resposta santista também veio em uma penalidade máxima. Arthur sofreu e fez. Ambos os lances são questionáveis. 

TROPEÇO

O segundo tempo começou mais aberto. Aos 8 minutos, Cássio encontrou Everaldo sozinho na área, o atacante deslocou Vladimir, mas Bambu interceptou antes da bola ultrapassar a linha. 

Cinco minutos depois, o Peixe teve duas chances para virar. Dodô tabelou com Renato e cruzou para Yuri Alberto, de carrinho, finalizar para grande defesa de Rodrigo Viana na pequena área. Na sequência, Diogo Vitor arriscou de longe e o goleiro espalmou novamente.

O Santos voltou a assustar com Yuri Alberto. Em partida discreta, o centroavante arrancou aos 21, fez fila, mas chutou por cima do gol, ganhando aplausos do torcedor.

E aos 33, veio a ducha d’água fria. Lucas Farias arrancou pela direita e cruzou para Lúcio Flávio, no segundo pau, empurrar para as redes. Luiz Felipe falhou no lance. E segundos depois, Vladimir fez grande defesa em chute de Everaldo para evitar o pior.

Nos minutos finais, o Santos nem esteve perto do empate. O São Bento administrou bem e ainda fez o terceiro, quando o goleiro Vladimir subiu para escanteio, Diogo Vitor perdeu a bola no rebote e Fábio Bahia fez o terceiro, com gol vazio.

(Créditos: Gazeta Esportiva)