Ponte perde do Avaí em casa e se complica no Brasileirão

Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, a Ponte Preta recebeu o Avaí neste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, e saiu com uma derrota por 2 a 1, em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a Ponte Preta foi ultrapassada pelo próprio Avaí na tabela de classificação. A Macaca caiu para a 18ª colocação com 32 pontos e o time catarinense subiu à 16ª colocação, com 34 pontos, deixando a zona de rebaixamento.

Seguindo sua luta pela permanência na Série A, a Ponte Preta entra em campo no próximo domingo, às 17h(de Brasília), quando recebe o líder Corinthians, no Moisés Lucarelli. No mesmo dia, o Avaí também atuará em casa, medindo forças com o Grêmio, na Ressacada, em partida marcada para as 19h(de Brasília).

O jogo – A partida teve início e o Avaí não demorou muito para sair na frente. Aos seis minutos, Leandro Silva cobrou lateral para a área, Júnior Dutra escorou e Romulo recebeu dentro da pequena, apenas tendo o trabalho de dominar e bater na saída do goleiro para abrir o placar.

Surpreendida pelo gol adversário, a Ponte Preta foi para cima e criou oportunidades. Aos 12, Lucca chutou com perigo ao lado do gol. Já aos 17, Yago recebeu bola escorada de Rodrigo dentro da pequena área e, com o gol aberto, cabeceou para fora, perdendo chance inacreditável de empatar.

Apesar das boas oportunidades da Macaca, o Avaí conseguiu administrar o jogo e chegar ao ataque. Com isso, ainda ampliou o placar. Aos 34 minutos, o árbitro viu toque de mão de Rodrigo após chute de Romulo e assinalou pênalti. Júnior Dutra foi para a cobrança aos 36, bateu forte no canto e não deu chances para Aranha, que até estava na bola, mas não conseguiu evitar o segundo dos visitantes.

A Macaca, porém, conseguiu responder rápido. Aos 38, Danilo Barcelos foi derrubado dentro da área em dividida com Leandro Silva e Douglas e o árbitro marcou pênalti. O próprio meia foi para a cobrança e descontou para a Ponte Preta antes do intervalo.

Com as duas equipes desesperadas pelo resultado, o segundo tempo foi bastante aberto. A Ponte Preta teve sua primeira boa chance logo aos dois minutos, em finalização de Léo Gamalho defendida por Douglas.

O Avaí respondeu aos nove. Alemão puxou contra-ataque e cruzou para Júnior Dutra. O atacante cabeceou, mas Aranha conseguiu encaixar a bola para fazer a defesa.

Com o passar dos minutos, o jogo ficou tenso, com poucas chances criadas por ambos os times. Com isso, as oportunidades apareceram apenas nos minutos finais. Aos 36, o Avaí aproveitou a postura ofensiva da Ponte Preta e puxou contra-ataque. Maicon tabelou com Wellington Simião e bateu com força, mas mandou por cima do gol.

Já aos 42, o jogo teve uma sequência impressionante. Rodrigo falhou na defesa e entrou a bola no pé de Willians, que passou pela marcação, mas finalizou mal, perdendo grande chance para o Avaí. No contra-ataque, Nino Paraíba cortou a bola para o meio na entrada da área e mandou uma bomba que acertou a trave, não empatando a partida para a Macaca por pouco.

Depois de carimbar a trave, a Ponte Preta ainda teve uma última chance de ouro. Aos 49, Rodrigo subiu muito alto na área e cabeceou raspando a trave, não marcando por muito pouco. Logo após o lance, o juiz assinalou o fim de jogo para alívio dos jogadores do Avaí, que comemoraram uma importante vitória na luta contra o rebaixamento.

(Créditos: Gazeta Esportiva)