Pedro Fernandes é vetado por Sarney e não será mais Ministro do Trabalho

O deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) não vai mais assumir o Ministério do Trabalho. Ele foi comunicado nesta terça-feira (02) pelo Palácio do Planalto e deve divulgar nota em breve, em nome do PTB. O presidente da República, Michel Temer, telefonou para o presidente do PTB, ex-deputado Roberto Jefferson, e disse que o ex-presidente José Sarney vetou a nomeação de Fernandes.

Sarney controla o MDB no Maranhão e pediu para Temer não nomear Pedro Fernandes para não fortalecer politicamente um adversário local.

Pedro Fernandes não vai se candidatar à reeleição, em prol da candidatura do filho, Pedro Lucas, que é secretário estadual no governo Flávio Dino (PCdoB-MA), adversário histórico do MDB e do clã Sarney no Maranhão. O PTB é base do governo Flávio Dino, e Pedro Lucas comanda a Agência Executiva Metropolitana.

Temer pediu a indicação de um novo nome pelo PTB, o que ainda não ocorreu formalmente. O ministro anterior, deputado Ronaldo Nogueira (PTB-RS), foi exonerado a pedido, alegando que irá preparar sua campanha à reeleição, em meio a suspeita de irregularidades em contratos de informática do ministério.