Justiça manda prender prefeito eleito de Embu das Artes e mais 13 em SP

O prefeito eleito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB), e outras 13 pessoas foram presas preventivamente hoje (9) em ação da Polícia Militar do Estado de São Paulo.  Batizada de Operação Xibalba, a ação tem o objetivo de desarticular uma facção criminosa que usa postos de combustíveis para lavar dinheiro do tráfico de drogas.

Além das prisões preventivas, os duzentos policiais militares saíram às ruas em cinco cidades da Grande São Paulo, incluindo a capital, em auxílio ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do Ministério Público Estadual, para cumprir 49 mandados de busca e apreensão.

De acordo com as investigações que contam com o trabalho de 32 promotores, os crimes são praticados, principalmente, nas cidades de Embu das Artes, Osasco, Taboão da Serra, Carapicuíba, Cajamar e São Paulo.

O processo tramita na 1ª Vara Judicial de Embu das Artes. Os detalhes da operação ainda não foram divulgados pelo Ministério Público Estadual, nem pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

(Créditos: Agência Brasil)