Funcionários da Câmara de Vereadores de São Paulo ganham até R$ 32 mil

Na Câmara Municipal de São Paulo, os 55 vereadores recebem um salário bruto de  R$ 15.031,76 por mês, após os descontos, o valor fica em torno de R$ 11,5 mil. No entanto, a folha de pagamento da Câmara tem 154 servidores que ganham mais do que os vereadores. Ao todo, a casa tem 1.920 funcionários. Ou seja, mais de 8% deles recebem mais de R$ 15 mil (que é 17 vezes maior  do que o salário mínimo nacional de R$ 880).

Alguns salários chegam a R$ 32,5 mil. É o caso de um técnico administrativo, que trabalha na unidade de expediente da Câmara. O supervisor do setor de frota e garagem, por exemplo, recebe R$ 23,5 mil, de acordo com a folha de pagamento do mês de fevereiro, publicada no site da Câmara.

Por lei, o teto de pagamento dos servidores deveria ser o salário do prefeito, que é de R$ 24,1 mil, porém, por meio de ações judiciais, os servidores conseguiram manter o pagamento acima do teto por conta de gratificações, adicionais por tempo de serviço e bonificações. Além disso, para os procuradores o teto é maior, de R$ 27,5 mil, igual ao dos juízes do Tribunal de Justiça.

Atualmente, 27 servidores conseguiram, na Justiça, proibir a divulgação dos seus nomes na lista de salários publicada pela Câmara. Em fevereiro, quatro servidores com os nomes sob sigilo receberam o valor total de R$ 117 mil em salários.

A aplicação do teto de pagamento igual ao do prefeito entrou em vigor, na Câmara, em 2011. A decição é baseada na lei federal de 2003, que criou o teto salarial para o funcionalismo.  Em março de 2012, a Câmara cortou o salário de 60 servidores que recebiam acima do limite. Desde então, os funcionários entraram na Justiça contra a redução dos vencimentos. Quando o teto foi aplicado, os salários e aposentadorias dos servidores tiveram redução de até 216%. A Mesa Diretora da Câmara registrou uma economia de R$ 30 milhões, que foi transferido para custeio de programas na áreas de Saúde.

Os vereadores também pagam altos salários para os servidores das suas equipes. Nos 55 gabinetes de vereadores, 40 funcionários recebem acima de R$ 15 mil por mês.

Os salários dos servidores concursados da Câmara estão acima da média do mercado. Um garagista, com 30 anos e sete meses de trabalho na Câmara recebe R$ 14,1 mil de salário bruto (líquido é R$ 11,1 mil). Um lavador de carros ganha R$ 6.600, um motorista recebe R$ 9.500. A folha da Câmara também tem um pedreiro que ganha R$ 7.500. Encanador e eletricista recebem, respectivamente, R$ 7.300 e R$ 10.300. Um ascensorista ganha R$ 8.700.  A Câmara também tem um chaveiro (serralheiro) que recebe R$ 10.300.

(Créditos: R7)