Doria apresenta uniformes dos agentes da CET e das prefeituras regionais

O prefeito de São Paulo João Doria apresentou nesta quinta-feira (08) os novos uniformes que os agentes da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e os servidores das 32 prefeituras regionais vestirão.

Segundo Doria, serão distribuídos mais de 1.700 kits com 54.500 peças com valor aproximado de R$ 3 milhões, doados por 19 empresas que bancaram material e confecção, sem contrapartidas da prefeitura.

Novo uniforme dos agentes da CET de São Paulo (Foto: Tahiane Stochero/G1)

Amarelinhos

Por mais segurança, devido à maior facilidade em se enxergar, os uniformes marrons serão 100% trocados por uniformes amarelos até dia 20 de setembro. “Os agentes deixam de ser os marronzinhos para serem os amarelinhos, disse Doria.

Para o secretário municipal dos transportes, Sérgio Avelleda, não é só a cor do uniforme que muda. Os agentes serão mais “anjos”, na função de apoio, segurança e ajuda à população. “Queremos que eles sejam mais vistos, que a população sinta mais a presença como agente de apoio. O amarelo chamativo, vibrante, vai fazer que os agentes sejam mais percebidos e que as pessoas se sintam mais protegidas”, disse Avelleda.

Cada kit dos agentes será composto por duas calças de sarja, duas camisas de manga curta, uma de manga longa, duas camisetas que podem ser usadas como segunda pele e um par de botas pretas. Também estão previstas jaquetas de inverno para motociclistas, bonés, bermudas, além de jaquetas e calças de chuva.

Novo look dos funcionários das prefeituras regionais de SP (Foto: Tahiane Stochero/G1)

Todos os servidores das prefeituras regionais estarão utilizando 100% o uniforme até o dia 20 julho.

Cada um dos 293 kits é composto por calças de sarja, jaqueta, um suéter e um par de sapatos, nas cores azul marinho e azul claro. Os femininos contam com duas camisas de manga longa, duas de manga curta e duas saias. Já os masculinos têm quatro camisas de manga longa.

Novo look das funcionárias das prefeituras regionais de SP (Foto: Tahiane Stochero/G1)

As roupas são assinadas pela estilista Milena Satyro, que diz ter pensando em melhorar a “auto-estima” dos funcionários. “Eu busquei fazer com que eles se sintam mais confortáveis para esticar os braços, agachar, agregando a segurança e ressaltando a importância do trabalho deles”, disse.