Corinthians vence Novorizontino, a quarta vitória seguida no Paulista

O Corinthians mais uma vez recorreu ao jogo aéreo e conseguiu sua quarta vitória consecutiva na temporada, todas pelo Campeonato Paulista. Diante do voluntarioso e bem montado Novorizontino, o clube do Parque São Jorge contou com um gol de Pedro Henrique ainda no primeiro tempo para ganhar pelo placar mínimo na noite deste domingo, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP).

Com o resultado, o Timão chega a 12 pontos conquistados no Grupo da competição, abrindo cinco de diferença para Bragantino e Ituano, seus perseguidores. A equipe é, ainda, a segunda na classificação geral, atrás apenas do arquirrival Palmeiras. Já o Tigre estaciona nos sete, atrás de São Bento e o próprio Alviverde, no Grupo C.

Na próxima rodada, os comandados do técnico Fábio Carille terão pela frente o Santo André, na casa do adversário, às 19h30 (de Brasília) da sexta-feira, no Bruno José Daniel. Será o segundo duelo da equipe fora da capital na temporada. O Grêmio, por sua vez, entra em campo no sábado, às 17h (de Brasília), contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli.

Jogo aéreo coloca o Timão na frente

O Corinthians começou a partida encontrando dificuldades para ficar com a bola, principalmente pelos seguidos erros de passe da dupla de meias Rodriguinho e Jadson. Sem a precisão dos seus armadores, o Alvinegro viu os donos da casa levarem perigo ao roubar a bola no meio-campo. Juninho, válvula de escape desses contra-ataques, quase abriu o placar aos quatro, mas chutou para fora bola que passou por Balbuena.

O próprio ponta esquerda dos donos da casa fez questão de manter a intensidade, indo para cima do selecionável Fagner sempre que podia. Em duas oportunidades, conseguiu ganhar na velocidade do defensor corintiano, que mostrou porque é cotado para disputar a Copa do Mundo ao se recuperar em ambas ocasiões para fazer o corte.

Apesar do bom começo dos anfitriões, a primeira chance clara de gol foi dos corintianos. Aos 31, Jadson recebeu pela esquerda e teve espaço para pensar. Com precisão, o camisa 10 levantou na medida para Romero, que só ajeitou no meio para Rodriguinho. Livre de marcação, o meia poderia até ter dominado, mas preferiu chutar sem deixa cair e pegou muito mal na bola, mandando por cima do gol.

O lance pareceu assustar os aurinegros, que pararam de pressionar e viram Júnior Dutra ganhar na velocidade de Fábio Ferreira, pouco depois. O centroavante, porém, chutou mal, em cima de Oliveira. A melhora corintiana virou vantagem no placar ainda antes do intervalo, quando Jadson, em bola parada, cruzou na medida para Pedro Henrique, sem marcação, testar para a rede.

Corinthians administra sua quarta vitória

À frente do placar, o Timão voltou para o segundo tempo jogando melhor do que nos 45 minutos iniciais, apesar de criar menos chance. Passando mais tempo com a bola, os visitantes evitaram as investidas do adversário e conseguiram manter a bola longe da área de Cássio, praticamente um espectador da partida durante os 30 minutos depois do descanso.

Os paulistanos poderiam ter ampliado o marcador em bons lances tanto de Juninho Capixaba quanto de Romero, mas ambos não mostraram precisão para definir as jogadas na lateral da área. O paraguaio, por sinal, reconheceu que poderia fazer coisa melhor ao pedir desculpas para Rodriguinho e Clayson, que viram seu cruzamento sair para arremesso lateral.

De olho em alguma oportunidade de contra-ataque ou um contra um pelas pontas, além de claramente estar tranquilo pelas raras descidas dos laterais adversários, Carille promoveu a reestreia de Emerson Sheik, que substituiu Clayson no lado esquerdo, e a entrada de Marquinhos Gabriel na vaga de Romero.

Mesmo descansados, porém, os dois pontas entraram na onda do restante do time, preferindo sempre tocar de lado e permanecer com a bola a arriscar perdê-la em um drible. Sem forças diante de um sistema defensivo tão ajeitado quanto o do campeão brasileiro, coube ao time da casa apenas se contentar com a derrota diante dos seus torcedores.

(Créditos: Gazeta Esportiva)