Conheça o México, nosso quarto adversário na Copa do Mundo

Como dizia Galvão Bueno: “Haja coração amigos!” Passamos para as oitavas de final e pelo que vimos os cruzamentos poderemos pegar campeões mundias e rivais sulamericanos. Mas vamos falar do primeiro adversário nesse mata-mata, que é a seleção mexicana.

De todas as 21 edições de copa do mundo ela só não participou de 5 (1934, 38, 74, 82 e 90) e as melhores colocações na copa do mundo são os sexto lugares em 70 e 86 (anos que ela foi a sede da copa do mundo). Fora isso já ganhou copa das confederações (1999) e o ouro olímpico em Londres-2012, desbancando a favorita seleção brasileira com direito a Neymar, fora os torneios da CONCACAF nos quais disputa a hegemonia com os Estados Unidos.

Essa seleção é tradicional revelador de talentos e de jogadores que participam de várias copas do mundo. Alguns recordes de participações são dessa seleção (Carbajal e Rafa Márquez com 5 copas do mundo no currículo de cada um), mas também podemos destacar Hugo Sanchéz, Blanco e o folclórico goleiro das camisas coloridas Jorge Campos.

A seleção comandada por Juan Carlos Osório prioriza o contra-ataque (como vimos no gol da vitória contra a Alemanha) com o trio de ferro composto por “Chicharito” Hernández (West Ham – Inglaterra), Carlos Vela (Los Angeles FC – Estados Unidos) e Lozano (PSV – Holanda), mas também tem uma defesa sólida com o goleiro Ochoa (Standart Liège – Bélgica) comandando ela.

Por mais que ela já tenha dado um certo “sufoco” no passado, a nossa seleção brasileira tem condição de manter a “la tri” nas oitavas, fato que acontece desde a copa de 1994. Pois mantendo o sistema defensivo e a recomposição rápida, o Brasil consegue explorar o meio de campo com o talento de Coutinho, e (isso aposta da coluna) o Paulinho desequilibrando.Seleção mexicana de futebol, nossa adversária nas oitavas.

Sobre Felipe dos Santos 11 Artigos
Professor de Historia, Técnico em Processos Gerenciais e Articulista Esportivo.