Cão Pastor estreia na Copinha com empate contra o São Paulo Crystal

Foi uma linda festa de abertura das disputas do Grupo 24 da 49ª Copa São Paulo de Futebol Jr. com direito a queima de fogos, Canil lotado, Torcida empolgada, (veja no quadro bastidores), atos solenes, e emoções de arrepiar.

O jogo
Quando a bola rolou, na grama sintética do Estádio Municipal Vereador José Feres (o Canil do Cão Pastor), entre C. A. Taboão da Serra x São Paulo Crystal F. C. o que se viu foi 2 times se estudando e se respeitando dentro de campo.

A equipe da casa mantinha a posse de bola e tentava encontrar espaços na retaguarda adversária, já o time visitante, se postava bem na defesa e buscava recuperar a bola e contra atacar; com isso a partida tomou um caráter de equilíbrio.

Este panorama se manteve até os 19 minutos da 1ª etapa, quando numa escapada do ataque Serrano pela direita, a bola foi cruzada na área do São Paulo Cristal, a zaga afastou, mas a bola se ofereceu para o apoiador camisa 7, Pablo, que de perna direita fuzilou a arqueiro paraibano, Richard, Tricolor da Serra 1 x 0 Tubarão do Norte.

Porém, a equipe de Cruz do Espirito Santo não sentiu o tento do Cão Pastor, manteve sua tática de jogo e aos 21 minutos num bom ataque nordestino, o atacante Adryel, camisa 13, invadiu a área do CATS, e o central camisa 3, Leonardo, fez uma carga sobre o adversário, o Juiz sr. Marcelo de Jesus Santos, convicto apontou a marca fatal.

O centro avante Lucas, camisa 9, pôs a bola debaixo do braço e assumiu a responsabilidade pela cobrança, sob intensa vaia da torcida Tricolor da Serra, o jogador mostrou frieza e bateu com autoridade, o goleiro Gabriel saltou para a direita, enquanto a bola entrava no canto esquerdo, Cão Pastor 1 x 1 Lucenão. Placar mantido até o final da fase inicial.

A segunda etapa, se mostrou ainda mais equilibrada, as oportunidades de gol não eram fartas, mas aos 24 minutos, um lance polêmico marcou a partida, quando os jogadores Tabuanenses cercaram o sr. Marcelo de Jesus Santos, reclamando de uma penalidade não marcada.

Aos 29 minutos, uma grande chance de gol para o Cão Pastor, depois de um  bate rebate na área do São Paulo Crystal, a bola sobrou para Marcelo, meia atacante camisa 8, ele disparou um petardo a queima roupa mas o goleiro Richard, praticou uma incrível defesa em X, (típica do handebol), salvou sua equipe e deu números ao encontro; C. A. Taboão da Serra 1 x 1 São Paulo Cristal F. C.

A Partida de fundo:


Na 2ª partida da 1ª rodada do grupo 24 da Copa São Paulo, se enfrentaram no Estádio José Fere, as equipes de Joinville E. C. (SC) e do Real F. C. (DF). A partida foi vencida pela equipe do Joinville por 4 gols a 2.

Marcaram: Janderson, camisa 7, de pênalti, aos 11 minutos, Joinville 1 x 0; Daniel, camisa 11, ampliou aos 15, Joinville 2 x 0; Victor, camisa 9, diminuiu aos 23, Joinville 2 x 1; João Pedro, camisa 9, aumentou, aos 3 do 2º tempo, Joinville 3 x 1; Baianinho, camisa 17, fez mais um, aos 28, Joinville 4 x 1; e em cobrança de pênati, aos 34 minutos, Douglas, finalizou Joinville E. C. 4 x 2 Real F. C.

Com o encerramento da 1ª rodada do Grupo 24, a classificação atualizada é esta: em 1º, Joinville E. C. com 3 pontos ganhos, em 2º vem o C. A. Taboão da Serra e o São Paulo Crystal F. C. com 1 ponto; o Real, ainda não pontuou e é o 4º colocado.

Na segunda rodada, que acontece neste domingo, (7), os confrontos serão os seguintes:

O Taboão da serra abre a rodada enfrentando o Real F. C. equipe do Distrito Federal, às 14:00 h e na partido de fundo o time paraibano do São Paulo Crystal F. C. pega o Joinville E. C. às 16:00 h

BASTIDORES:

            Luiz Feu auxiliar técnico do Cão Pastor

 Treinador Sergio Wellington do São Paulo Crystal (PB)