Bruno Henrique faz dois e Palmeiras atropela o Paraná

O Palmeiras de Wesley Carvalho impressionou. Na estreia do técnico interino, que dará lugar a Luiz Felipe Scolari, o Verdão teve mudanças táticas, de escalação e na postura em campo. Assim, com atuação convincente, dois gols de Bruno Henrique e outro de Lucas Lima, o Maior Campeão do Brasil atropelou o Paraná e venceu por 3 a 0 no Allianz Parque.

Com Wesley Carvalho no comando do Alviverde, a equipe teve novidades na escalação. Artur fez sua estreia como titular pela equipe profissional, Scarpa deixou o lado direito e passou a jogar centralizado, e Moisés pôde atuar em sua posição preferida: como segundo volante. Mais uma vez, foi o companheiro do camisa 10, porém, quem orquestrou o Verdão no primeiro tempo.

O início do duelo foi de ritmo lento, com o Paraná armado da maneira prevista pelo interino palmeirense antes do jogo: 4-1-4-1, com duas linhas bem definidas, fechando as ações ofensivas do Verdão e esperando o bote para encaixar um contra-ataque. O Palestra teve dificuldade em achar espaços, especialmente pelo meio, mas quando Bruno Henrique apareceu, o jogo mudou.

Scarpa roubou bola no ataque, Dudu avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para Willian. Bigode fez bem o pivô e rolou para Bruno Henrique chegar chutando forte de fora da área e estufar as redes aos 16 minutos.

O tento mudou o panorama do jogo, mas não como vinha acontecendo com Roger Machado, quando o Palmeiras recuava assim que inaugurava o marcador. Scarpa, antes com dificuldade de aparecer às costas da segunda linha de quatro do Paraná, passou a flutuar bastante pelo meio e achar lacunas no ataque. Artur, sumido em campo até então, já não recebeu mais bolas de costas, e enfrentando os marcadores no mano a mano, passou a levar vantagem.

Bem no jogo, o Maior Campão do Brasil não sofreu um susto sequer e ainda ampliou o placar aos 40 minutos. O Paraná errou na saída de bola, Scarpa aproveitou e rolou para Artur finalizar de primeira. Thiago Rodrigues teve dificuldades e rebateu para frente, onde Bruno Henrique apenas tocou para as redes e anotou se 11º gol no ano.

Na etapa final, o Palmeiras ameaçou deixar cair o ritmo e tomou um susto aos 11 minutos, quando Silvinho acertou uma bomba na trave em cobrança de falta. Menos de um minuto depois, Wesley Carvalho não perdeu tempo e mudou sua equipe: Hyoran entrou na vaga de Gustavo Scarpa.

Com a alteração, Dudu passou a jogar centralizado, mas o camisa 7 não fazia a função desde o ano passado, sob o comando de Cuca e depois Alberto Valentim. O Verdão perdeu poder de fogo e Wesley mexeu de novo: muito aplaudido e tendo o nome gritado, Artur deixou o campo para a entrada de Lucas Lima.

As mexidas mostraram um conhecimento impressionante do interino em relação ao elenco, especialmente para alguém que comandou apenas dois treinos na Academia de Futebol durante a semana. O Palmeiras retomou o controle da partida e foi premiado com o terceiro gol aos 32 minutos.

Lucas Lima roubou bola na entrada da área e tocou para Hyoran, que finalizou em cima de Thiago Rodrigues. Após cobrança de escanteio, o goleiro do Paraná tirou de soco e o camisa 20 do Palmeiras acertou um lindo chute de primeira, com a canhota, para fechar o marcador.

Vitória importante para a retomada de confiança da equipe, especialmente considerando as mudanças que podem ocorrer sob o comando de Felipão. Ninguém perder o lugar e isso ficou claro em campo.

(Créditos: Gazeta Esportiva)