Alinhamento x Tempo

Existe um entendimento social que diz que se você tem muito o que fazer, se você trabalha demais e ocupa todo o seu tempo, que você é um profissional, ou até um ser humano muito ocupado. Mas você estar cheio de tarefas, com a agenda cheia ou se desgastando ao longo dos dias, não significa que você esteja sendo eficiente.

A eficiência no dicionário está classificada como a virtude ou característica de (alguém ou algo) ser competente, produtivo, de conseguir o melhor rendimento com o mínimo de erros e/ou dispêndios.

Alguns podem ser eficientes e executar o mesmo número de tarefas, às vezes até com mais qualidade, em muito menos horas, que outras pessoas. E isso significa que aquela pessoa seja mais competente? Aí vai de como você quer investir em seu tempo, e sua vida. O mais importante por trás dessa busca e constante é entendermos que necessariamente seremos mais eficientes se estivermos alinhados ao que estamos fazendo. E existem alguns fatores que nos ajudar a validar se estamos ou não dentro de um fluxo que nos ajudará a melhor consumir nosso tempo, de uma forma mais assertiva. O primeiro deles é você fazer o que você gosta; fazer aquilo que tem facilidade e conhecimento te levará a um percentual muito maior de acertos, ainda, é importante ter metas claras do que é preciso ser feito, as informações suficientes para a execução de uma determinada tarefa, e logicamente hoje, quanto mais avançada a tecnologia que estiver usando, maiores seus recursos para a minimização daquele tempo, para concluir seus objetivos. Ah, a ansiedade só atrapalha.

Então vamos pensar em um exemplo prático: tenho um texto para executar ao meu chefe em 30 minutos. A tarefa já se inicia com um prazo determinado, o que ativa automaticamente o fator ansiedade. Alguns minutos, se lhe faltar inteligência emocional e frieza, já serão perdidos com a ansiedade de perguntas mentais como “por onde começo”, “o que ele está esperando de mim”, “será que conseguirei concluir a tarefa em tempo” ? Logo, você se depara com a necessidade de ter as informações suficientes para escrever o texto solicitado. Você sabe o que precisa ser dito? Você tem todos os detalhes necessários? Trace uma meta do que irá falar e o que precisa ser abordado no texto, para mentalmente (ou num pequeno rascunho escrito) já imaginar tudo o que pretende abordar. Como pretende começar o texto e para onde você estará indo. O recurso tecnológico que utilizar irá auxiliá-lo na maior velocidade e praticidade, então uma máquina de escrever, ou um papel e uma caneta, tomarão mais de seu tempo, do que um computador ou tablet. Isso ainda, se você souber manejar tais ferramentas com eficiência. Ou simplesmente estará acrescentando mais uma tarefa ao seu objetivo (aprender a utilizar o computador ou uma determinada ferramenta a qual não tem experiência pode atrasar o processo). E por fim, a motivação. Se você gosta de escrever, se gosta do assunto a ser abordado, tenho certeza que o texto fluirá tranquilamente. Agora se nenhum desses fatores estiver ao seu favor, tenho certeza de que rodará lâmpada por um tempo significativo.

Viu como é fácil? E acredite, isso serve para tudo na vida. Se você tem circunstancias que te limitam, e outras que tem a maior facilidade do mundo, tente focar naquilo pelo que você nasceu para fazer. Se você não curte dirigir, vai procrastinar pegar no volante, morrer de medo de tirar o carro da garagem, combine com seu marido que será tarefa dele buscar as crianças na escola. E não se sinta mal por isso. Enquanto isso, você pode ter uma excelente lógica financeira, e ficar responsável pelas finanças da casa, e utilizará com muito mais eficiência seu tempo, negociando e reavaliando os gastos da casa.

É preciso ter entusiasmos para ser eficiente. E este é um ponto importante de partida. Se desprenda do ego e reconheça suas fraquezas, e terá um excelente ponto de partida para escolher suas batalhas. Sua vida terá mais significado, mais eficiência e você economizará muito do tempo que a maioria das pessoas que eu conheço dizem não ter para ir à academia, fazer uma meditação, cuidar de si, ou qualquer outra atividade que acabamos desprezando por acharmos menos importante.

E com essa afirmação, me lembro de dois outros fatores essenciais para a melhor otimização de seu tempo, e consequentemente, de sua vida: cuidar de seu corpo e, um conceito que aprendi quando era bem pequena, que é saber diferenciar o que é urgente, do que é importante. Vamos por partes! Começando pela saúde mental e física, é importante lembrar que uma noite bem dormidas, você estar bem alimentado, ou até mesmo sem preocupações familiares, ajuda e muito na produtividade. Então procure sempre cuidar de você, de todos os pilares de sua vida em equilíbrio, ou voltaremos à estaca zero. Conheci muitos profissionais viciadíssimos em trabalho, que visavam o sucesso acima de qualquer outro valor vital, e no entanto se questionavam nunca atingir seus objetivos. Se frustravam pois viam pessoas trabalharem muito menos “chegarem primeiro” em seus objetivos, fossem eles cargos, salários, ou reconhecimentos. Mas o que não percebiam é que essas pessoas estavam fazendo o que gostavam, felizes em casa, com saúde física e mental para aguentar a pressão, num espaço mais curto de tempo.É possível, ainda, ser eficiente em alguns pilares de nossas vidas, e outros não, quando se trata de saúde, da relação e dos cuidados com a família e da casa, uma pessoa pode ser eficiente, mas quando se trata dos estudos e no trabalho, não. É o que acontece com grande parte das pessoas, algumas conseguem mostrar eficiência em casa, com a família, com a saúde, mas não conseguem ser um estudante ou um profissional eficiente. E para isso, o importante é estarmos alinhados ao que gostamos de fazer, e procurarmos um formato do que gostamos em cada um dos pilares de nossas vidas (saúde, trabalho, família, social, espiritualidade, etc). 

O outro ponto que me lembrei, e que acho que vale compartilhar, é que muitas pessoas confundem as coisas importantes com as coisas urgentes. E acaba colocando tudo o que é urgente, na frente do que é importante. Foca seu tempo em pagar contas, fazer o supermercado, revisar a tarefa escolar dos filhos, em fazer o relatório do chefe, mas esquece de dar atenção para o que é importante. E um dia, quando tarde demais percebemos, tudo o que era mais importante em nossas vidas, foi deixado de lado mais tempo do que deveria. E muitas vezes nesse momento, já é tarde demais para retratarmos. Como por exemplo, nos ausentarmos na criação dos filhos, em passar tempo de qualidade com nossos pais, em cuidarmos de nossa saúde física e mental, enfim, dos pilares mais importantes de nossas vidas; e que sem eles, não teríamos nada de tão importante a executar. Se você não está bem com sua esposa, não deveria se preocupar tanto com as tarefas para pagar as contas da casa, em ter a dispensa sempre cheia, mas deveria se concentrar em um lar harmônico, e em dedicar tempo ao romance de vocês. Ou não haverá lar, e consequentemente, contas a pagar. Não deixem o que é importante de lado.

Penso que uma pessoa pode ser eficiente em muitas áreas da sua vida, e também pode deixar algumas outras de lado. O mais importante é tentar encontrar o equilíbrio entre todas as suas escolhas, e principalmente, não achar que eficiência é sinônimo de perfeição.

Camila Chagas

A gente mal acorda todos os dias pelas manhã, e já se conecta, antes mesmo de correr pra ducha, escovar os dentes, lavar o rosto, trocar rapidamente de roupa, arrumar o cabelo, e começar o dia.

Nós, simplesmente, cumprimos tabela. Saímos da cama irritados, porque não queríamos ter acordado. Vamos correndo pro trabalho, de mal humor. Tomamos aquele rápido café da manhã, e a gente nem percebe o gosto que a comida tem. Praticamente, comemos as mesmas coisas todos os dias. Até porque é mais fácil. Planejar algo diferente pro nossos dias daria muito trabalho. A gente corre com tudo, e depois para pra se perguntar porque o tempo passa tão rápido? Porque nunca temos tempo suficiente ?

A gente paga contas, mas elas nunca param de chegar, e quando elas chegam, a gente nunca dá um sorriso pra elas.  Só de pensar nas pessoas do trabalho, bate aquela enorme preguiça. E por conta do trabalho, você acaba não tendo o tempo que gostaria de ter, com a familia.

Já parou pra pensar quantas coisas iguais nós fazemos todos os dias ? A gente reclama das mesmas coisas, continuamos com os mesmos medos, sentindo os mesmos tipos de ciúmes, de inveja pelas conquistas dos outros, culpa pelo dia ter terminado e você não ter conseguido realizar tudo o que queria. Passamos os nossos dias cumprindo tabela. E o mais engraçado é imaginar que nós mesmos inventamos essa tabela.

Mais fácil do que olhar pra nossa vida, é olhar então a vida do outro, e é exatamente isso que muitos de nós fazemos durante tanto tempo de nossos dias. Vamos lá fuçar a vida alheia no facebook, no instagran, stories, e bla bla bla. Algumas vez olhou pro lado e sentiu vergonha porque alguém estava lá te olhando bem na hora do stories, do snap, ou daquela foto que você estava tirando pra mais tarde encher de filtro e postar com uma frase bonita que talvez você nem estivesse vivendo aquilo?

E quando você lê uma dessas mensagens no face ou instragran alheio, você se pega tendo pensamentos como do tipo: Nossa, ela sempre viaja pra lugares incríveis! Da onde ela tira tanto dinheiro ? Nossa! As fotos dela são de arrepiar. Nossa! Ela é linda. Tem um corpo lindo, uma vida incrível e feliz. Essa pessoa está sempre em paz com a família. Ela só vive conquistas. Pra ela, tudo dá certo. Temos essa sensação porque estamos realmente comparando o palco do outro com os nossos bastidores.

Você está sonhando em ter filhos, tentando engravidar, e de repente vê aquela conhecida ou amiga gravida, já com a foto de barriga grande, postada nas redes sociais, e você pensa: Nossa! Como ela conseguiu tão rápido? E você quase nunca para pra pensar nos bastidores da vida daquela pessoa. O quanto ela demorou pra conseguir engravidar. Ou o tanto de tempo que ela sonhou com aquilo, e só agora depois de anos, o desejo foi concretizado. Nas redes sociais, principalmente, vemos apenas as “realizações”, que muitas vezes é só uma foto com um sorriso falso estampado.

Ainda, a tecnologia não avançou a ponto de sentirmos as emoções que a pessoa da foto estava sentindo naquele momento. Porque se tivéssemos, as coisas definitivamente seriam muito diferentes do que são hoje. As pessoas não expõem as suas vulnerabilidades nas redes sociais, e é isso o que têm nos afastado cada vez mais de nós mesmos. A falsa ilusão de que o outro é muito mais feliz do que nós, nos faz agir igual, e postar somente o palco, os sorrisos, o corpo bonito, o cabelo arrumado, a maquiagem perfeita, as frases lindas inspiradoras, enfim. Não tô dizendo que devemos começar a postar a parte ruim. O pensamento é outro, e eu vou dizer abaixo.

E, se eu te contasse agora que essa felicidade que você “pensa que vê no outro” pode ser sentida plenamente, e sem ser falsa? E se eu te contasse que os seus bastidores podem se tornar exatamente como você enxerga o palco do outro ? 

E, se eu te dissesse que você não precisa fazer as mesmas coisas todos os dias, como um robô?

E, se eu te dissesse que acordar cedo não significa que você terá sucesso ou não? E, se eu te contar que você pode trabalhar duas horas por dia e ter muito sucesso? Já imaginou trabalhar 10 horas por semana apenas e ganhar mais do que alguém que acorda cedo e trabalha 10 horas por dia? Parece um absurdo, né?

Quem disse que “Deus ajuda, quem cedo madruga?” Eu acreditei nessa frase por muito tempo, até perceber que acordar cedo e de mau humor não ajuda em nada. Não é sobre acordar cedo. Até porque, se estudarmos a fundo o tempo, saberemos que ele é relativo. Enquanto estamos indo dormir, tem gente do outro lado do mundo, por questão de fuso horário, começando o seu dia. Mas, independentemente de fuso horário, o que importa é a qualidade do seu tempo e não a quantidade dele.Mais uma vez, não importa se você trabalha pra caramba, e perde horas de sono por conta desse trabalho. Sinceramente, isso não conta. O tempo é relativo. Se temos pressa, a coisa mais sábia que podemos fazer, é caminhar devagar.

Se você ainda não conseguiu algo, e já está tentando há bastante tempo, pare tudo, e repense se você está fazendo o que está fazendo, de coração. Porque sinceramente, se não tiver o coração totalmente envolvido em qualquer coisa que você estiver fazendo, simplesmente não dará certo. A parte boa disso tudo, aliás, ótima, é que a partir de momento em que você estiver fazendo as coisas de coração, seja o que for, basta 2 horas de trabalho, ou um encontro de meia hora com aquela amiga, ou 5 minutos de meditação.

Se você está presente, aqueles segundos vividos serão eternos. Significarão muito para você. E, se tem entrega, você com certeza está no fluxo, e se você está no fluxo, tudo começa a acontecer. E, naturalmente você começa a se desligar das redes sociais, e de se importar com a vida do outro, ou de mostrar o melhor da sua vida. É claro que é gostoso compartilhar com os outros, mas isso se torna mais real, porque você não sente necessidade de expor isso nas redes. Você tem vontade de compartilhar com as pessoas que você mais ama, e na maioria das vezes, pessoalmente, é claro. E, o melhor é que você tem prazer de ouvir as conquistas do outro também, pois você já tem a consciência plena de que quanto mais pessoas se alinharem com o coração, mais o mundo vai mudando e se tornando melhor pra todos nós. E quando se tem sucesso, é muito mais facil ouvir o sucesso alheio.

Você deixa finalmente de ser refém das redes e do outro. E, naturalmente, você diz mais “Não” pro outro, e mais “Sim” pra você mesmo. Você para de se anular e se concentra no que é realmente importante para você.

E, ao invés de te olharem com inveja/ ciúmes quando souberem das coisas maravilhosas que tem acontecido em sua vida, você inspirará outras pessoas a brilharem também, mas dessa vez de dentro pra fora. E com você brilhando, elas perceberão que pra brilhar elas não precisarão mais expor tanto nas redes, as suas vidas, os seus corpos, e deixarão de lado alguns comportamentos que só tinham antes para agradar o outro, ou enganarem elas mesmas. Quando alguém conhece a verdadeira felicidade, dá também a oportunidade de outros  descobrirem por si só esse sentimento tão buscado.

Talvez elas se tornem até mais ausente, quando se encontrarem. Isso realmente significa que ela está presente com ela mesma. Quando você ouvir então: “Nossa! Como você está sumida!”, entenda como: “Nossa! Como você tem amor proprio! Como voce tem cuidado de você mesmo ultimamente!” E saiba, que fazendo isso, você esta permitindo que os outros façam também com suas vidas. Consequentemente, vamos abandonando o ego, e vivendo nossas vidas a partir do coração, e não mais pela visão do outro.

Sinceramente? Ninguém espera nada! (risos) Estamos todos preocupados com os nossos problemas e questões diárias. E quando olhamos pra vida do outro, quase sempre é pra criticar ou pra verificar se ele(a) está feliz. Afinal, eu também preciso estar. Quando a gente percebe que a felicidade não é uma busca, e simplesmente a aceitação do belo ser interior que você é, a vida acontece com uma facilidade impossível de se explicar em palavras. No literal da palavra, a vida ganha um toque de “mágica”.

Porque não colocar um “Ok, pago”, atras de cada conta, e agradecer no final por mais um mês de energia eletrica, de agua, de conta de telefone, etc? Porque não preparar um café diferente pela manhã? Algo que me anime!? Porque não vestir roupas mais alegres em nosso dia a dia? A gente sempre veste as mesmas, porque já sabemos quais deram certo. E, é assim que a gente tem agido em nossas vidas. Escravos do sistema, e da nossa propria tabela.Se você ainda tem muita necessidade de mostrar aos outros apenas o melhor de você, de o primeiro passo, e se pergunte o porque não se sente suficiente? Porque acha que nao merece ser feliz ? Porque é tao inseguro a ponto de precisar mostrar seu corpo nas redes? Reconheça as suas inseguranças, aceite-as, e lembre-se que não estamos nessa vida pra vivê-la de uma forma tão pequena.

Ja parou pra pensar que voce ainda nao teve filho, porque voce mesmo nao se permitiu? Voce nao fez aquela viagem que tanto quer, porque voce mesma se boicotou? Voce nao realizou aquele sonho ainda? Sera que esse sonho é realmente o seu sonho ? Ou são os outros que querem isso de voce? Fique em silencio alguns minutos por dia, e se fazendo essas perguntas, o Universo vai lhe trazendo as respostas, atraves de musicas, sinais, e pessoas, que as vezes sao “anjos disfarçados.”

Mas, podemos mudar isso tudo num piscar de olhos se entendermos o significado das palavras a seguir:

“Não é sobre o tempo, e sim sobre alinhamento.” 

O que você realmente sonha pra você? Imagine que você não tem medos, e coloque no papel tudo o que você mais gostaria de fazer e de ser.

Bruna Pinheiro